ADAMA registra US$ 3,8 bilhões de receita global

Fungicida Cronnos impulsionou a receita da empresa no Brasil

Londrina, 21 de março de 2019 – A ADAMA, empresa global do setor de agroquímicos, ampliou o faturamento e registrou US$ 3,8 bilhões de receita global em 2018, o equivalente a um aumento de 10,2% em relação ao ano anterior. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da companhia neste período também cresceu e alcançou a marca de US$ 653 milhões, um novo recorde estabelecido por conta de investimentos estratégicos na produção e comercialização de um portfólio diferenciado em grande parte dos territórios onde exerce atuação.

Na América Latina, a empresa também alcançou um aumento expressivo nos resultados e registrou a marca de US$ 935 milhões em vendas, ante os US$ 751 milhões registrados em 2017. O número equivale a quase 25% de crescimento na região.

“Este cenário positivo é atribuído especialmente ao investimento realizado no Brasil para a construção e inauguração das fábricas do fungicida Cronnos T.O.V., voltado para o combate da ferrugem asiática nas lavouras de soja, em Londrina (PR) e Taquari (RS)”, destaca Romeu Stanguerlin, atual diretor de Marketing da ADAMA, que em 1º de abril assumirá como CEO Brasil.

O executivo ainda elenca que “os ótimos resultados da ADAMA em 2018 estão traduzidos em uma excelente performance da companhia em todo o mundo e, em especial, no Brasil, onde investimos no desenvolvimento e produção de Cronnos T.O.V. Foi possível alavancar o número de vendas de forma significativa e demonstrar que a empresa soube lidar com desafios e adversidades inerentes às circunstâncias globais de preços e mercado”.