ADAMA recebe certificação de Operador Econômico Autorizado (OEA-C2)

Certificação assegura excelência em processos de Comércio Exterior e Logística

Londrina, 02 de agosto de 2019 – A ADAMA, empresa global de proteção de cultivos, recebeu, neste mês de julho, a certificação de Operador Econômico Autorizado (OEA-C2), concedida pela Receita Federal do Brasil às empresas que promovem rigoroso controle de riscos operacionais por meio de seus sistemas e processos de gestão em comércio exterior e logística.

“Estamos muito felizes com esta certificação, uma vez que é fruto direto de investimentos da companhia em segurança e um planejamento sólido na implementação de compliance e robustez em nossas atividades, em linha com recomendações e práticas adotadas em todo o mundo”, afirma Elisângela Moresche, coordenadora de Compras da ADAMA Brasil.

Os critérios definidos para a escolha das empresas certificadas neste gerenciamento pelo OEA são baseados no conhecimento, na adoção de processos para combate ao crime e no monitoramento periódico dos riscos operacionais por meio de ferramentas e boas práticas que evidenciam uma sólida gestão de riscos da companhia.